Image
Ecole nationale supérieure d'architecture et paysage de Lille
Image
Image
Image
Valider
Image
ensapl English
Image
Ecole nationale supérieure d'architecture et de paysage de Lille
Image
International
  l  
Studying in Lille
  l  
Cursos et diplomas
  l  
Territórios em mutação e contextos metropolitanos
Image
Territórios em mutação e situações metropolitanas

Responsáveis : Philippe Louguet, François Andrieux, Bénédicte Grosjean

A região metropolitana de Lille possui um certo número de características originais que legitimam esta área de estudos :
Sua estrutura metropolitana tem orígem na Idade Média. No século XIX, sua configuração excepcional é constituída pela vizinhança de três cidades com desenvolvimento quase simultâneo. Na verdade, mesmo se Lille sempre dominou Roubaix e Tourcoing, ela nunca funcionou isoladamente, mas sempre em relação com estas duas cidades vizinhas.
Sua situação transfronteiriça se estabilizou após a tomada de Lille pela França no século XVII. Esta situação faz dela um lugar importante de interrogação das questões européias, no centro do triângulo Paris, Londres, Bruxelas.
A grande Lille é um dos lugares mais característicos da crise de mutação que conhece as sociedades desenvolvidas.
Por esta razão queremos, a partir de um exame fecundo da região metropolitana de Lille, questionar territórios que tenham relação com uma ou várias destas características : a situação de região metropolitana, a situação fronteiriça (mesmo transfronteiriça), a questão da mutação.
Em termos de metodologia, trata-se de considerar o projeto arquitetural e urbano em relação com a escala territorial, caracterizada de um lado pela complexidade das configurações contemporâneas onde se entrelaçam cidade e campo (cidade-campo, citta diffusa etc...), pela questão das mobilidades, por outro lado, e enfim pela presença dos rastros mais ou menos ativos da história industrial.
Os métodos considerados solicitam a pluralidade das escalas do território na arquitetura dos edifícios, num jogo de interações contínuas, bem como pôr em perspectiva as ferramentas cartográficas, para as explorações volumétricas solicitadas pela coabitação dos estabelecimentos humanos e dos sistemas de trocas.
Para finalizar, a escala territorial é um elemento essencial do imaginário arquitetural contemporâneo, alimentado pela mídia, tão presente quanto o cinema, o paisagismo e as artes contemporâneas. Acreditamos que pôr a mutação como argumento do projeto é um das vias fundamentais da arquitetura contemporânea.
Image
Image
Image
ENSAPL Ecole nationale supérieure d'harchitecture et de paysage de Lille
International ENSAPL
Image
Image
Image
Image
Image
Image
L'ensapLille est membre de la
Conférence Régionale des Grandes Ecoles
 
L'ensapLille est partenaire
de l'Université de Lille
Image